Itens filtrados por data: Maio 2019



A ACIP/CDL relembra aos lojistas e consumidores que o comércio de Ponte Nova está autorizado a funcionar em horário especial nesta terça-feira (11/06), véspera do Dia dos Namorados. O horário foi ampliado, passando a ser de 8h às 20h. A ampliação, no entanto, é uma regulamentação, visando o aumento das vendas nesta importante data comemorativa, e não uma “obrigação” das empresas. Esta regulamentação consta no Decreto Municipal 11.246/2019.


Além disso, tem a Super Data Premiada Dia dos Namorados, com 70 prêmios instantâneos de R$ 60 ou R$ 100 em vale-compras e ainda uma moto no fim da promoção! Não deixe de presentear seu namorado ou namorada e prestigie as lojas participantes da campanha! Para ver a lista de lojas participantes e outras informações, clique aqui.

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias


Tomate, feijão e café foram os produtos com maiores quedas no último mês



Após dois aumentos consecutivos, houve uma queda de 1,16% no valor da cesta básica de alimentos do mês de maio em Ponte Nova. O valor fechou em R$ 369,30.


Os produtos que tiveram maiores quedas em seus preços foram o tomate (-21,81%), o feijão (-8,94%) e o café em pó (-7,45%). Já o preço da banana sofreu aumento de 20,26%. Além disso, o leite também teve aumento de 9,70% e o açúcar 7,39% no período.


Em maio, o trabalhador cuja remuneração equivale ao salário mínimo (R$ 998) necessitou cumprir jornada de trabalho de 81 horas e 41 minutos, para comprar a cesta. O custo da cesta comprometeu 37% do salário mínimo, percentual menor que o de abril (37,5%). A renda que sobrou para o restante das despesas foi de R$ 628,70.


A cesta básica de alimentos é calculada pela Faculdade Dinâmica em Ponte Nova desde novembro de 2017, com o apoio da ACIP/CDL. O cálculo segue as normas do Dieese, que é o departamento responsável pela pesquisa da cesta básica nacional. A cesta é composta por 13 produtos alimentícios: açúcar, arroz, banana, batata, café, carne, farinha de trigo, feijão, leite, margarina, óleo de soja, pão francês e tomate, em quantidades suficientes para garantir, durante um mês, o sustento e bem-estar de um trabalhador em idade adulta.


 

 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias




Visando sanar dúvidas sobre a obra do canteiro central na avenida Francisco Vieira Martins, entre os bairros Palmeiras e Guarapiranga, a ACIP/CDL promoveu uma reunião nesta terça-feira (04/06). Secretários municipais da Prefeitura de Ponte Nova e o corpo técnico explicaram aos empresários instalados da região, vereadores e demais participantes sobre o objetivo da intervenção e as melhorias que a mesma trará para aquela via.


Os representantes do Executivo Municipal explicaram, antes de tudo, que as obras de instalação de canteiro central em um trecho de 420 metros da Avenida Francisco Vieira Martins estão sendo executadas dentro dos preceitos legais, em área já consolidada. O valor da primeira etapa da obra é de R$ 53.499,98, sob a responsabilidade da Contrutora Pillartex. O prazo estimado de execução é de um mês.


Segundo a Prefeitura, o canteiro central tem por objetivo:


• Melhorar a iluminação pública (instalação de luminárias no eixo da via);
• Melhorar a estética da via através de projetos de paisagismo;
• Evitar infrações de trânsito: executar operação de conversão à direita ou à esquerda em locais proibidos pela sinalização - Infração Grave (R$ 195,23) e ainda executar operação de retorno em locais proibidos - Infração Gravíssima (R$ 293,47)


Além disso, a instalação do canteiro NÃO irá alterar a operação de trânsito na via:


– As conversões permitidas CONTINUARÃO sendo permitidas;
– As faixas de estacionamento CONTINUARÃO existindo em sua largura padrão (2,50m) em TODA a extensão da via;
– As faixas de rolamento se MANTERÃO em sua largura padrão (3,50m).



Croqui esquemático (imagem divulgada pela Prefeitura sobre a obra)

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias
Terça, 04 Junho 2019 17:38

Lanche da Cidade

Lanche da Cidade

Rua Sergipe, 311, Vila Alvarenga - Ponte Nova/MG  - CEP: 35430-046

Telefone: (31) 98344-3021

Segunda, 03 Junho 2019 17:51

Top Vidros

Top Vidros

Rua Nossa Senhora da Conceição, 284, Lj 03, Centro - Amparo da Serra/MG  - CEP: 35444-000

Facebook: Top Vidros Dionisio

Instagram: @top_vidrosltda

Telefone: (31) 98472-2786



Consultar o CPF do cliente junto aos órgãos de proteção ao crédito antes de aprovar a abertura de crediário é um direito de todo lojista que trabalha com vendas a prazo. Afinal de contas, é fundamental saber se há algum histórico de inadimplência envolvendo o nome do cliente no comércio antes de tomar a decisão de aprovar ou não o parcelamento.


Se a sua empresa quer ter uma operação realmente segura e lucrativa no crediário próprio, todos os seus clientes (sem exceção) devem passar por esse processo a cada nova compra.


Contudo, mesmo sabendo da importância de tomar esse cuidado, tem muita loja que só consulta CPF se o crediarista “desconfia” muito do cliente.


Muitos empresários brasileiros costumam dizer que têm medo de falar para o cliente que irá consultar o seu CPF ou fazer uma análise de crédito mais aprofundada. É um relato muito recorrente. Alguns clientes reclamam mesmo, ficam bravos e falam que “se for para consultar o CPF” não compram nunca mais naquela loja!


Isso ocorre principalmente em estabelecimentos que antes não faziam a consulta e estão começando a adotar uma política de crédito mais profissional. E talvez seja exatamente por isso que tantos empresários ainda evitam adotar essa prática com todos os seus clientes.


Acontece que, por medo de perder clientes, esses lojistas acabarão perdendo é lucratividade no crediário em médio prazo. E o que é pior: acabam alimentando o fantasma da inadimplência, que com certeza virá lhes assombrar mais tarde.


QUEM NÃO CONSULTA CPF PERDE NA SAÍDA


Especialmente no caso de clientes tradicionais, é preciso ter muita firmeza na hora de solicitar o CPF para a consulta. Por medo de perder uma venda, o lojista acaba considerando todos “bons clientes” só porque já compraram anteriormente na loja.


Dessa forma, muitos ainda mantêm algumas vendas na “ficha de cadastro” só para não consultar o cliente e com isso acabam prejudicando a evolução do seu negócio. Caso a loja utilize uma plataforma de gestão de crediário, será necessário burlar o sistema de alguma maneira e aprovar a venda sem análise.


Consultar o cliente é um direito do lojista! O cliente precisa entender que consultar o CPF nos órgãos de proteção ao crédito é o mínimo que uma loja deve fazer para garantir a segurança nas vendas a prazo.


Continue acompanhando nossas divulgações do SPC em FOCO! Se tiver alguma dúvida ou quer sugerir um assunto, fale conosco. Envie suas dúvidas ou sugestões para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias
Segunda, 03 Junho 2019 11:30

Lelena Stilo

Lelena Stilo

Av. Dr. Otávio Soares, 105, Lj 09 - Calçadão Shopping, Palmeiras - Ponte Nova/MG  - CEP: 35430-229

Instagram: @lelena_stilo

Telefone: (31) 3817-7302

Página 3 de 3

Onde estamos

Praça Getúlio Vargas, 19, Centro, Ponte Nova-MG - CEP: 35430-002

  • dummy (31) 3817-2492

  • dummy contato@acipcdl.com.br

  • dummy Seg à Sex das 8hs às 18hs

Desde 1938 unindo a classe empresarial de Ponte Nova

Newsletter

Receba os melhores conteúdos sobre a ACIP/CDL! Cadastre-se agora para receber nossa newsletter.
Fique tranquilo, odiamos spam! Seu e-mail está 100% seguro.
Please wait
© Copyright 2019. ACIP/CDL. Todos os direitos reservados.
Desde 1938 unindo a classe empresarial de Ponte Nova e região

Pesquisar