Itens filtrados por data: Março 2019
Terça, 16 Abril 2019 17:58

Moenda

 

Moenda

Rua da Cerâmica, 49, Fortaleza - Ponte Nova -MG - CEP: 35430-314

Fan Page: Restaurante Moenda

Instagram: @restaurante_moenda 

Telefone: (31) 9 8857-3535



Com a publicação no Diário Oficial da União da lei que desburocratiza as regras do Cadastro Positivo (Lei Complementar 166), começam a contar os prazos para o novo modelo entrar em operação. Pelos próximos 90 dias, haverá uma campanha de comunicação para conscientizar os consumidores sobre as novas regras. Já as informações do banco de dados estarão disponibilizadas para o mercado de crédito daqui a 150 dias.


Na avaliação do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), a principal consequência da nova lei será democratizar o acesso ao crédito e possibilitar juros menores para consumidores e empresas que honram seus compromissos financeiros. Além disso, haverá um estímulo à competição entre instituições financeiras e varejo.


Porém, muita gente ainda tem dúvida sobre o Cadastro Positivo. Confira abaixo as principais dúvidas.


1. O que é o Cadastro Positivo? Qual sua finalidade?
Diferentemente do Cadastro Negativo, que aponta somente a situação atual de restrição ao crédito, o Cadastro Positivo é um banco de dados que apresenta o histórico de pagamentos realizados pelos consumidores. Trata-se de um serviço gratuito em que todos têm direito de participar. Sua finalidade é possibilitar aos consumidores acesso ao crédito com mais facilidade e juros menores (de acordo com a análise das empresas credoras), pois com seu histórico de pagamento disponível, eles conseguirão dar mais insumo às empresas no momento da análise de crédito. As informações do histórico de pagamentos dos consumidores que constarem no Cadastro Positivo serão utilizadas única e exclusivamente para subsidiar a análise de crédito.


2. Qual a principal mudança aprovada pelo Congresso na lei do Cadastro Positivo?
A principal mudança é no formato de entrada dos consumidores no Cadastro Positivo. Com o novo modelo, todos os consumidores passam a participar automaticamente do banco de dados. Mas os consumidores não são obrigados a permanecer na base do Cadastro Positivo e podem pedir a exclusão de seus dados, de forma gratuita, a qualquer momento. Assim como podem voltar quando quiserem. Os consumidores poderão solicitar o cancelamento de seu Cadastro Positivo pelo SAC 0800 887 9105. As informações saem automaticamente do banco de dados e não ficam mais acessíveis para a consulta, seja do próprio consumidor ou das empresas que concedem crédito.


3. Quais são as principais vantagens do Cadastro Positivo para os consumidores?
As principais vantagens do Cadastro Positivo são proporcionar aos consumidores uma análise de crédito mais abrangente e assertiva, possibilitar que eles negociem melhores prazos e taxas de juros, de acordo com a análise de cada empresa, e facilitar a aprovação de empréstimos e financiamentos. A expectativa é que o Cadastro Positivo democratize o acesso ao crédito incluindo pessoas que até então não tinham essa oportunidade.


4. Quais as desvantagens que o consumidor terá ao pedir sua exclusão do Cadastro Positivo?
Uma das principais desvantagens é que a avaliação de crédito do consumidor será realizada com base nas informações restritivas, fornecendo ao mercado uma visão parcial do seu histórico de pagamento. Dessa forma, no momento da análise de crédito, as informações de pagamentos do seu Cadastro Positivo não serão consideradas.


5. Um consumidor com histórico de bom pagador que, eventualmente, se esquecer de pagar uma conta terá seu Cadastro Positivo prejudicado?
Na análise de crédito, as empresas tendem a atribuir um peso maior ao conjunto das informações que compõem o Cadastro Positivo, ou seja, a todo o seu histórico, não apenas a um evento isolado.


6. As empresas também serão inseridas automaticamente no Cadastro Positivo?
Sim. Todas as regras e benefícios que são direcionados aos consumidores pessoas físicas também devem ser considerados para as empresas, pois todas têm algum tipo de relacionamento comercial com fornecedores e clientes e, portanto, também terão um histórico de pagamentos.


7. Por que o SPC Brasil afirma que os juros cobrados do consumidor poderão cair com o Cadastro Positivo?
O acesso ao histórico de pagamento dos consumidores pelas empresas que concedem crédito possibilita uma análise mais abrangente e assertiva, melhorando a qualidade da oferta do crédito. Com isso, a expectativa é que haja uma diminuição da inadimplência, fato que abre espaço para a redução da taxa de juros, principalmente para os consumidores com um histórico de pagamentos em dia. Essa tendência já foi observada em diversos países ao longo dos anos após a implantação do Cadastro Positivo. Além disso, o Cadastro Positivo incentiva a redução de juros via competição entre as empresas que concedem crédito, pois informações que antes só as instituições financeiras de grande porte possuíam, agora são compartilhadas com o mercado de crédito como um todo. Essa redução só pode ser quantificada pelas empresas que concedem crédito de acordo com seus parâmetros internos.


8. Como é feita a formação do score do Cadastro Positivo?
O score de crédito é resultado da análise estatística dos hábitos de pagamento do consumidor, do seu relacionamento com o mercado e de seus dados cadastrais. O peso de cada uma dessas informações é definido de acordo com um estudo do comportamento histórico de grupos de indivíduos com características financeiras parecidas. Desse modo, estatisticamente, é possível comparar as características de um consumidor específico com outros do mesmo grupo para o cálculo da nota do score. Assim que o novo Cadastro Positivo entrar em operação, o consumidor pode acessar seu histórico de pagamentos gratuitamente pela internet em sua área logada no site do SPC Brasil ou por telefone, por meio do SAC 0800 887 9105.

 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias



A análise de crédito é uma das etapas mais importantes para o bom funcionamento do crediário e qualquer erro cometido nessa etapa se refletirá mais adiante na forma de um atraso na quitação das prestações ou mesmo do não pagamento da dívida.


Mas o fato é que o crediário continua sendo uma ótima maneira de alavancar as vendas e fidelizar clientes. Isso, é claro, desde que o lojista saiba como conceder crédito com segurança e sem correr riscos desnecessários.


Para ajudá-lo nessa tarefa, veja abaixo uma lista com regras fundamentais para quem deseja saber como analisar crédito no varejo. Confira:


1 - MANTENHA O CADASTRO DO CLIENTE ATUALIZADO


A qualidade da análise depende diretamente da qualidade das informações que você tiver sobre o consumidor. Portanto, dê uma atenção especial ao cadastro de clientes da sua loja. Afinal, ele não serve só para você ter um nome e um endereço para onde enviar a cobrança!


As informações do cadastro devem ser usadas de forma estratégica, para conhecer o perfil dos seus clientes e avaliar suas condições de pagar pelo financiamento. Para aumentar a precisão da análise de crédito, os dados do cliente devem ser checados e atualizados pelo menos a cada seis meses.


2 - SAIBA QUAIS DOCUMENTOS PEDIR


Exija ao menos um documento com foto e assinatura, além do CPF e comprovante de residência. Algumas lojas têm a prática de pedir também um comprovante de renda. Estes são os documentos básicos. Inclusive, a maioria das pessoas que costuma comprar no crediário já chega com eles em mãos.


Como analisar crédito é uma tarefa que requer o máximo de informação que se puder obter sobre o cliente. Em hipótese alguma venda para quem não apresentar ao menos CPF e documento com foto e assinatura (normalmente a CNH ou RG). E o mais importante: confira sempre se a assinatura no documento bate com a do carnê!


Dependendo do ramo da loja e do preço dos itens comercializados, outros documentos também podem ser solicitados. Contracheque, declaração de IR, escrituras de imóveis e até mesmo o IPVA podem ajudar na análise, como indicadores do poder de compra do cliente.


3 - USE OS ÓRGÃOS DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO


Por mais tempo que o cliente esteja fidelizado na sua loja, nunca venda no crediário sem analisar como está o nome dele na praça. Muitos varejistas acabam sofrendo com a inadimplência alta por endividar clientes com baixa renda ou que passam por dificuldades financeiras. Só tem um jeito de saber isso: consultando os órgãos de proteção ao crédito.


Mesmo assim, ainda tem muito lojista que prefere economizar alguns poucos reais, deixa de analisar o CPF do cliente e acaba gastando muito mais com cobrança para tentar receber mais tarde.


4 - CONSIDERE O HISTÓRICO DE COMPRAS DO CLIENTE


Se você utiliza um sistema para gerenciar seu crediário, é possível aproveitar as informações geradas a cada venda para construir um histórico de compras de cada cliente. Através dele sua loja pode monitorar hábitos de consumo e de pagamento, conferindo ainda mais precisão à análise de crédito no varejo.


O histórico de pagamento (e de eventuais inadimplências) traz informações muito importantes para quem realmente sabe como analisar crédito.


5 - EVITE FAZER VENDAS PARA TERCEIROS


É comum algumas pessoas “emprestarem o nome” para que outras possam comprar no comércio. Se o cliente não se identificar adequadamente e tentar se passar por outra pessoa para ter sua compra aprovada, isso é indicativo de má-fé e até mesmo de golpe no crediário. Negue o crédito sem pestanejar!


Mas em muitos casos não se trata de má-fé. Tudo é feito às claras, com a concordância do lojista. Por exemplo, filhos menores que usarem o nome dos pais para comprar no crediário. Você até pode ter uma política de crédito específica para esses casos, mas quando eles se tornarem maiores de idade terão que abrir seus próprios crediários. Mas, de maneira geral, a regra de ouro é evitar fazer vendas para terceiros.


Isso vale também para cônjuges que dividem o mesmo crediário, outra prática muito comum no comércio. No caso de uma separação, a dívida pode aumentar muito e muitas lojas não podem negativar porque não tem um documento de autorização. Uma verdadeira dor de cabeça!

 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias



A cesta básica de alimentos em Ponte Nova subiu 13,51% no mês de março com relação ao mês de fevereiro. O preço da cesta no mês de março fechou em R$ 360,20, sendo que em fevereiro era de R$ 317,31.


O valor da cesta foi muito afetado pelo preço da batata, que teve alta de 63,06% no período. Outros produtos que também sofreram aumentos consideráveis foram a carne bovina (28,19%) e o tomate (28,04%). Já os produtos que tiveram maiores quedas em seus preços foram a banana prata (-24,94%), a farinha de trigo (-9,87%) e o feijão (-4,40%).


Um trabalhador que recebeu um salário mínimo precisou trabalhar 79 horas no mês para adquirir a cesta, que correspondeu a 36,09% do valor do salário mínimo (R$ 998,00). A renda que sobrou para o restante das despesas foi de R$ 637,80.


A cesta básica de alimentos é calculada pela Faculdade Dinâmica em Ponte Nova desde novembro de 2017, sempre com a parceria da ACIP/CDL, e segue as normas do Dieese, que é o departamento responsável pela pesquisa da cesta básica nacional. A cesta é composta por 13 alimentos: açúcar, arroz, banana, batata, café, carne, farinha de trigo, feijão, leite, margarina, óleo de soja, pão francês e tomate.


 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias



A ACIP/CDL, em parceria com o SEBRAE, promove nesta quarta-feira (10/04) a Caravana Moda e Negócios, levando os associados da entidade à 24ª edição do Minas Trend. O evento é o único do segmento que reúne, no mesmo lugar, expositores de vestuário, calçados, bolsas, joias e bijuterias, sendo um conceito inédito no Brasil realizado pela FIEMG.


O Minas Trend já se consolidou como um grande Salão de Negócios e referência para a indústria da moda no país, e surgiu para fomentar a indústria da moda mineira. O evento tem o objetivo de aproximar fabricantes e lojistas e é hoje a principal plataforma de geração de negócios do setor no Brasil, proporcionando grandes oportunidades e bons resultados para todos. O Minas Trend acontece entre os dias 9 e 14 de abril no Expominas, em Belo Horizonte.


A caravana de Ponte Nova está neste momento na feira, com representantes das seguintes empresas associadas: Benetton, Cherry, GF Soluções e Educação Corporativa, Lá e Clá, Noiva Bella, Pró Artes, Rosa Shock e Travessura Kids.

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias



A edição deste mês do nosso jornal destaca na capa o início da Super Data Premiada 2019 e suas novidades. A publicação destaca ainda as últimas palestras e eventos, dicas para lojistas, notícias de economia e muito mais! Clique aqui ou baixe o arquivo anexo e boa leitura!

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias



No momento de conceder o crédito, é sempre importante avaliar várias informações do cliente. Por isso, uma boa ficha cadastral e alternativas de consultas ao SPC Brasil sempre serão as primeiras instruções que todo profissional da área de análise de crédito deve ter acesso nas empresas.


Saber o tipo de consulta que deseja realizar e quais as informações se espera obter é fundamental para uma análise de crédito eficiente.


Entre as várias opções, destacamos esta semana a SPC Mix Mais. Com essa opção, sua empresa poderá verificar se o cliente possui registros no SPC, títulos protestados e cheques sem fundos, sustados, roubados, cancelados ou extraviados.


Entre os principais benefícios das consultas ao SPC Brasil, estão:


• Operações financeiras com maior segurança.
• Menor índice de inadimplência.
• Proteção antifraudes.
• Menor tempo em vendas e concessão de crédito.
• Aumento da qualidade de informações sobre o cliente.
• Decisões com base em dados.


Quer saber mais sobre o custo desta consulta ou deseja obter maiores informações sobre todos os produtos do SPC Brasil? Fale com a gente: (31) 3817-2492 ou pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias
Segunda, 08 Abril 2019 10:08

Sua empresa vai ficar de fora?



Nas próximas semanas, dezenas de lojas começam a encantar seus clientes com a sensacional Seladinha Premiada ACIP/CDL! Ao todo, serão 280 clientes contemplados, totalizando R$ 20.000,00 em premiações.


E o melhor: todos os prêmios instantâneos só poderão ser revertidos em compras nas lojas participantes, ou seja, o lojista tem a chance de recuperar todo valor investido na campanha.


Além das premiações instantâneas, os clientes irão concorrer a uma moto 0km no prêmio extra, dia 19/10/2019, na Praça de Palmeiras.


Outra novidade é que os vendedores também poderão ser premiados instantaneamente e o valor total chegará à R$ 4.400,00 em premiações.


Não fique de fora da MAIOR CAMPANHA COMEMORATIVA DA REGIÃO: Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais e Dia das Crianças é na ACIP/CDL!


Solicite AGORA a visita de um consultor de vendas e faça sua adesão! Telefone: (31) 3817-2492. E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..


 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias

 

 

Instagram, Twitter, Facebook, Youtube, WhatsApp. Todas essas ferramentas podem ser importantes para o crescimento das empresas. Quem está fora do meio digital está fora do mercado. Mas, para isso, é preciso saber exatamente como usá-las.

 

Este foi o foco principal da palestra realizada na noite desta terça-feira (02/04), na Sala de Treinamento da ACIP. O evento, que teve a realização da ACIP/CDL e do Sebrae, abordou a melhor utilização das redes sociais nas empresas, destacando as vantagens do seu uso de maneira correta e eficiente, de acordo com cada segmento. O evento foi gratuito para associados da entidade e recebeu grande público.

 

Durante a apresentação, o palestrante Carlos Frederico Corrêa Ferreira abordou as redes sociais e tirou várias dúvidas dos associados. As empresas que participaram foram: A Predilleta, Apache, Assuvap, Atual Modas, Casa Verde, Cinara Festas, Destak 10, Destak Calçados, Drogaria São Judas, D'Sarrmy Essencial, Estação Pisos e Revestimentos, Finito, Folha de Ponte Nova, Garavini, Geo Center, Geometria Decorações, In Vitro, Lambary e Cia, Microlins, Murad Motos, Noiva Bella, Pontilhão Madeiras, Rádio Ponte Nova, Rosacriz, Segvida, Serralheria Romagnoli, Shopping Mundial, Sinhá Flores, Travessura Kids, TV Educar e Up Lifestyle.

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias
Página 2 de 3

Onde estamos

Praça Getúlio Vargas, 19, Centro, Ponte Nova-MG - CEP: 35430-002

  • dummy (31) 3817-2492

  • dummy contato@acipcdl.com.br

  • dummy Seg à Sex das 8hs às 18hs

Desde 1938 unindo a classe empresarial de Ponte Nova

Newsletter

Receba os melhores conteúdos sobre a ACIP/CDL! Cadastre-se agora para receber nossa newsletter.
Fique tranquilo, odiamos spam! Seu e-mail está 100% seguro.
Please wait
© Copyright 2019. ACIP/CDL. Todos os direitos reservados.
Desde 1938 unindo a classe empresarial de Ponte Nova e região

Pesquisar