Itens filtrados por data: Maio 2018

Fernando Andrade (secretário de Governo de Ponte Nova), Wagner Mol (prefeito de Ponte Nova), José Antônio Delgado (prefeito de Oratórios), Domingos Caríssimo (Delegado do CRC), Noêmio Fernandes (presidente da ACIP/CDL), Dr. Rodolfo (Receita Federal), Tales Pereira (OAB), Danilo de Castro, Fred Brum (Prefeito de Urucânia), José Adalberto Resende (secretário executivo da AMAPI), Guilherme (Receita Federal), Dra. Áurea Nazaré (Receita Federal) e Dr. Mário Dehon Santiago (superintendente da Receita Federal em Minas)



Diante da notícia de fechamento da Agência da Receita Federal (ARF) de Ponte Nova, confirmada para julho, a ACIP/CDL esclarece aos seus associados e à população de Ponte Nova que desde fevereiro deste ano trabalha pela manutenção da mesma em nosso município, juntamente com a Prefeitura, Câmara, entidades e associações do município.


1º passo: reunião com a agência de Ponte Nova


A primeira ação aconteceu em fevereiro, quando notícias populares trouxeram o assunto à tona. Na ocasião, procuramos o chefe da agência da Receita Federal de Ponte Nova, Kleber Hollerback, que disse não ter sido comunicado de nada e que, por isso, não havia nada oficial até o momento.


2º passo: reunião com lideranças da região sobre a confirmação do fechamento


Em junho, após o fechamento ter sido divulgado de forma oficial, a ACIP/CDL participou de uma reunião no dia 21/06 com diversos representantes de entidades, associações, sindicatos e do Poder Público, com o objetivo de discutir os desdobramentos do encerramento das atividades e possíveis soluções.


Kleber Hollerback também esteve nesta reunião e explicou que atualmente a agência conta com dois servidores próprios e dois terceirizados, quando a lotação ideal estimada para atendimento da demanda seria de cinco servidores próprios e dois terceirizados. A unidade funciona em imóvel próprio, atende 18 municípios da região e realizou mais de 10.280 atendimentos em 2017.


3º passo: audiência em BH na Superintendência da Receita Federal


Na última segunda-feira (25/06), a ACIP/CDL, representada pelo presidente Noêmio Gomes Fernandes, esteve em Belo Horizonte juntamente com o prefeito Wagner Mol e outras lideranças para uma audiência na Superintendência Estadual da Receita Federal, em Belo Horizonte, para reivindicar as pautas levantadas na reunião de 21/06. O encontro foi preparado pelo deputado estadual Rodrigo de Castro.


A comitiva apresentou ao Dr. Mário Dehon Santiago, superintendente da Receita Federal em Minas, o interesse de Ponte Nova pela criação de um Posto de Atendimento da Receita Federal, caso não tenha a possibilidade de prorrogar ou cancelar a suspensão das atividades da agência. O prefeito Wagner Mol garantiu que Ponte Nova assumirá a manutenção deste posto, oferecendo recursos físicos, humanos e logísticos, em parceria com os demais representantes.


A Superintendência da Receita Federal em Minas irá enviar o pedido da criação do Posto de Atendimento para Brasília, mas adiantou que a possibilidade é grande. Para a concretização, será feito um Termo de Cooperação Técnica.


Porém, como o processo de implantação deste Posto de Atendimento demanda certo tempo, a comitiva de Ponte Nova pediu ainda que o encerramento das atividades da agência da Receita Federal em Ponte Nova, marcado para 5 de julho, possa ser adiado até que o Posto de Atendimento seja oficializado e instalado. O motivo é que não haja interrupção nos atendimentos aos contribuintes. O pedido também será analisado.


É bom esclarecer que o fechamento de agências da Receita Federal não irá acontecer só em Ponte Nova. Serão 25 agências em todo o país. O motivo principal alegado foi o corte de gastos públicos. Por isso estamos muito empenhados em conseguir este Posto de Atendimento, que deve ser instalado na Casa do Empresário (no prédio da ACIP/CDL) ou na Prefeitura. Inicialmente, serão apenas dois profissionais no Posto (um concursado e um terceirizado), com o objetivo de atender a demanda de Ponte Nova e não perdermos estes serviços. Para a ampliação do leque de atendimentos, há também a possibilidade de convênios entre a Receita Federal e a OAB e também com o CRC em Ponte Nova, para atender as demandas desses serviços nas áreas do Direito e da Contabilidade. Com o apoio de todos os envolvidos, mostramos que temos forças para defender e lutar pelos interesses de Ponte Nova e região”, afirmou o presidente Noêmio Gomes Fernandes.

 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias



Com a classificação da seleção brasileira para a próxima fase da Copa do Mundo Fifa 2018, a ACIP/CDL envia uma nova sugestão de horário de funcionamento do comércio para a próxima partida. O Brasil irá jogar na próxima segunda-feira (02/07), às 11h, contra o México, em partida válida pelas oitavas de final da competição.


Mais uma vez, é importante destacar que não há legislação para regulamentar este horário. Cabe a cada empresário decidir se o funcionamento será normal ou em horário reduzido. Se a opção for pela folga, acordada entre empregador e colaborador, os dias de trabalho terão de ser compensados; ou as horas em que o funcionário não exercer suas funções serem descontadas do banco de horas.


Portanto, segue abaixo nossa sugestão de horário, de acordo com opiniões de empresários e entidades parceiras. A orientação é que as lojas fechem 30 minutos antes do início do jogo e reabram 30 minutos após o fim da partida.


 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias

 

 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias



A cena se repete diariamente, Brasil afora. Consumidores e pequenos empresários que, hoje, sentam-se à frente de um gerente de banco em busca de um empréstimo encaram uma verdadeira via crúcis de exigências e juros difíceis de pagar. Os noticiários avisam que a Selic está em 6,5% ao ano, mas esse porcentual passa longe de quem efetivamente precisa de crédito, na ponta.


Uma das principais dificuldades para que cidadãos e empresas pequenas acessem linhas de financiamento e empréstimos é a burocracia dos bancos e das instituições financeiras, causada pela falta de informação. Na maioria das vezes, quem empresta não sabe se quem está pedindo empréstimo é um bom ou mau pagador, e por isso parte da perspectiva pessimista ao realizar suas avaliações.


Ainda pouco conhecido da maioria dos brasileiros, o novo Cadastro Positivo, quando aprovado, ajudará a mudar esse quadro de burocracia, falta de flexibilidade dos prazos para pagamentos e juros altos. As propostas para alteração no atual sistema estão contidas no Projeto de Lei Complementar 441/17, que tramita na Câmara dos Deputados – como o PL recebeu ajustes em seu texto, terá de retornar para nova apreciação na sua casa de origem, o Senado Federal.


A principal mudança é que todos os portadores de CPF e CNPJ do país terão suas informações sobre históricos de pagamento disponíveis nesse cadastro. Atualmente, a Lei do Cadastro Positivo (Lei 12.414/11) prevê o inverso: é preciso autorizar a entrada no banco de dados que, atualmente, conta com apenas 8 milhões de inscritos. Com a mudança, a expectativa é de que aproximadamente 130 milhões de brasileiros passem a compor o cadastro. Quem não quiser permanecer deve solicitar a retirada de seus dados, gratuitamente, até 30 dias após ser comunicado da inclusão.


Vantagens


O novo Cadastro Positivo terá, além de informações sobre contratação e pagamento de financiamentos e empréstimos, o histórico de uso de crediário e pagamento de contas de luz e água, por exemplo. Dessa forma, alguém que nunca pegou empréstimo no banco ou não tem cartão de crédito poderá ter seu perfil financeiro identificado pelo mercado. E os bons pagadores poderão ter acesso a taxas de juros mais atraentes e melhor negociação quando precisarem de crédito nas instituições financeiras.


O projeto de lei ainda garante a privacidade do consumidor e seu sigilo bancário. Informações sobre o local do crédito ou o que foi comprado não podem ir para o cadastro, e o cidadão terá acesso gratuito às suas informações. Será uma lei positiva e benéfica que atende a um direito do consumidor, pois terá como consequência a redução da burocracia e dos juros bancários – afinal, com a popularização do Cadastro Positivo, aquele que empresta terá mais condições de fazer uma análise mais justa e apropriada da pessoa física ou jurídica em busca de empréstimo.


Para se ter uma ideia, segundo o Banco Central, atualmente 22 milhões de brasileiros têm uma pontuação baixa de crédito devido à insuficiência de informações sobre a sua capacidade de pagamento. São os “falsos negativos”: em sua maioria, bons pagadores que precisam de empréstimo, podem honrar a dívida, mas não conseguem comprovar a sua condição.


A experiência internacional mostra que o Cadastro Positivo é uma ferramenta que aumentou o acesso ao crédito e reduziu a taxa de juros nos países onde foi implementado. Temos certeza de que as mudanças propostas podem trazer grandes benefícios a todos, consumidores e empresários, democratizando o acesso às instituições financeiras e à bancarização, impulsionando a economia do país.


José César da Costa
Presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), entidade que administra o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias



Após quatro quedas consecutivas, a cesta básica de alimentos teve alta na cidade de Ponte Nova. O levantamento feito pela Faculdade Dinâmica em parceria com a ACIP/CDL apontou que o preço da cesta de junho teve aumento de 5,9% em relação a maio, aumentando seu valor de R$ 278,74 para R$ 295,19.


Segundo dados do Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), o custo da cesta aumentou em 18 capitais do país no período em que houve a greve dos caminhoneiros.


Em Ponte Nova, as maiores altas da cesta básica de junho foram da batata (31%), do leite (14,3%) e da carne de boi (13,6%). O alimento que teve a queda mais expressiva foi a banana (-14%).


A cesta básica de alimentos é calculada mensalmente em Ponte Nova, desde novembro de 2017, e segue as normas do Dieese, que é o departamento responsável pela pesquisa da cesta básica nacional. A cesta é composta por 13 alimentos: açúcar, arroz, banana, batata, café, carne, farinha de trigo, feijão, leite, margarina, óleo de soja, pão francês e tomate.



Gráfico de desempenho dos últimos meses

 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias
Quinta, 21 Junho 2018 17:06

Sacolão Arruda

Sacolão Arruda

Av. Santa Cruz, 18, Centro, Ponte Nova-MG - CEP: 35430-031
Site: 

Telefone: (31) 3817-6625

Quinta, 21 Junho 2018 16:41

Papelaria Capixaba

Papelaria Capixaba

Av. Santa Cruz, 28/B, Centro, Ponte Nova - CEP 35430-031
Site: facebook.com/Papelaria-Capixaba-1120351024762923/

Telefone: (31) 98236-9798
Telefone: (31) 98773-4083

Publicado em Papelarias e Gráficas
Quinta, 21 Junho 2018 16:19

Embella Cosméticos

Embella Cosméticos

Av. Santa Cruz, 08, Centro, Ponte Nova-MG - CEP: 35430-031
Site: facebook.com/embellacosmeticos

Telefone: (31) 3881-6260
Celular: (xx) xxxx-xxxx

Fotos Vídeos

Quinta, 21 Junho 2018 16:13

Sacolão e Casa de Carnes Santana

Sacolão e Casa de Carnes Santana

Av. Santa Cruz, 08, Centro, Ponte Nova-MG - CEP: 35430-031
Site: 

Telefone: (31) 3881-6260
Celular: (xx) xxxx-xxxx

Fotos Vídeos

Quinta, 21 Junho 2018 16:08

Lojas Brandette - Vermelho Novo

Lojas Brandette - Vermelho Novo

Rua Dom Modesto, 23, Centro, Vermelho Novo-MG - CEP: 35359-000
Site: 

Telefone: (33) 3351-8182
Celular: (xx) xxxx-xxxx

Fotos Vídeos

Publicado em Móveis
Página 1 de 3

Onde estamos

Praça Getúlio Vargas, 19, Centro, Ponte Nova-MG - CEP: 35430-002

  • dummy (31) 3817-2492

  • dummy contato@acipcdl.com.br

  • dummy Seg à Sex das 8hs às 18hs

Desde 1938 unindo a classe empresarial de Ponte Nova

Newsletter

Receba os melhores conteúdos sobre a ACIP/CDL! Cadastre-se agora para receber nossa newsletter.
Fique tranquilo, odiamos spam! Seu e-mail está 100% seguro.
Please wait
© Copyright 2019. ACIP/CDL. Todos os direitos reservados.
Desde 1938 unindo a classe empresarial de Ponte Nova e região

Pesquisar